seo-onepage

O que é SEO ONPAGE e quanto custa trabalho de SEO ONE PAGE?

Quem trabalha com marketing de conteúdo, provavelmente já sabe o que significa SEO On Page, mas se é a primeira vez que você está tendo contato com esse termo, talvez esteja meio perdido.

Apenas lembrando que a visibilidade do seu site é um dos principais fatores do sucesso de sua empresa, e para isso, o site deve estar posicionado nos primeiros resultados dos mecanismos de busca.

Não é à toa que cerca de 75% dos internautas vêm da primeira página de pesquisa.

De uma forma bem simples, SEO On Page refere-se a técnicas para otimizar as páginas do seu site para que sejam melhor posicionadas nos resultados das páginas de pesquisa. 

É claro que quem não conhece, vai ficar meio sem saber como essa técnica vai ajudar a posicionar melhor o site nos mecanismos de pesquisa, mas quando começar a colocar em prática, vai perceber que é bem fácil.

Apenas lembrando que o Google, principalmente em razão da inteligência artificial, consegue identificar os conteúdos mais pertinentes, e dessa forma, classifica melhor alguns sites e outros nem tanto. 

Se você tem um site e quer saber o que pode fazer para otimizar suas páginas e assim, ranquear melhor seu site, de preferência, na primeira página do Google, preparamos aqui um guia completo, com todo o passo a passo.

O que é SEO On Page?

É importante, em primeiro lugar, entender mais o que significa SEO On Page. Então, é o conjunto de técnicas com a função de otimizar cada página de um site, com a finalidade de posicioná-lo na primeira página dos mecanismos de pesquisa.

Mas antes de entrar em detalhes sobre o SEO On Page, vamos relembrar o que é SEO? 

Basicamente, é a otimização para os motores de busca. Consiste em criar conteúdo, enriquecê-lo e promovê-lo.

O SEO é dividido em SEO On Page e SEO Off Page, e a principal diferença é que enquanto o SEO On Page se refere à otimização das páginas de um site propriamente dito, o SEO Off Page se concentra em tudo o que acontece fora do site.

O nosso objetivo aqui é explicar tudo sobre SEO On Page, e vamos falar em outro artigo mais sobre SEO Off Page.

Existem alguns critérios que são levados em consideração no momento de ranquear um site, e os principais são:

  • Título da página;
  • Meta description da página;
  • Subtítulos;
  • Conteúdo.

E é com base nessas informações é que um site aparece em uma ou outra posição.

Para que serve o SEO On Page?

O SEO On Page é essencial se o seu objetivo é aparecer na primeira página dos mecanismos de pesquisa, e quem sabe na primeira posição.

Quando um site é bem posicionado nas primeiras páginas, ele tem mais chances de:

  • Melhorar sua notoriedade;
  • Aumentar sua audiência;
  • Gerar mais tráfego;
  • Encontrar rapidamente prospects;
  • Aumentar as taxas de conversão;
  • Atrair mais clientes;
  • Melhorar seu retorno sobre o investimento;
  • Se desenvolver.

Como você viu, é uma técnica que não pode ser deixada de lado quando se trata de ranquear melhor um site.

Por que fazer SEO On Page?

Você já deve ter entendido que o uso correto do SEO On Page é o que vai fazer com que um site apareça nos resultados de pesquisa, melhor ainda, apareça nas primeiras páginas.

Lembrando que quando uma página está otimizada, isso permite que potenciais clientes cheguem até o seu site.

E no momento que alguém faz uma pesquisa, a única maneira de deixar uma página visível é otimizá-la para os motores de busca.

Essa é uma das principais razões de se fazer SEO On Page.

Não adianta de nada ter um design super bonito e com ótimas imagens se o site não tiver uma boa visibilidade, que é como se ele não existisse.

Provavelmente, a principal vantagem é atrair tráfego qualificado, o que consequentemente, aumenta as taxas de conversão.

Assim, o seu site vai despertar a atenção de quem realmente se mostrou interessado pelos seus produtos e/ou serviços.

Agora que você viu como o SEO On Page é importante, separamos aqui algumas dicas para colocar tudo isso em prática.

Dicas de SEO On Page para ranquear melhor seu site

No momento de ranquear um site em um mecanismo de pesquisa, vários fatores são levados em consideração.

O principal objetivo é que o visitante encontre tudo o que procura e tenha a melhor experiência possível.

Por isso, veja algumas dicas para fazer tudo isso funcionar:

1.Escolha de palavras-chave

O primeiro passo é escolher palavras-chave, sempre relacionadas ao seu nicho de mercado ou atividade.

Hoje em dia, você encontra várias ferramentas na Internet, muitas delas gratuitas, para ajudar nessa escolha.

É importante observar quais são mais pesquisadas por seus clientes potenciais, mas vale a pena também escolher algumas não muito exploradas.

2.Título

Lembre-se que o título é o primeiro contato que alguém vai ter com o seu site, além de é o que aparece nos resultados de pesquisa.

É essencial a presença da palavra-chave que você escolheu, pois é o que mostra para os mecanismos de pesquisa qual é o tema do seu site. 

O ideal é que não seja muito grande, contendo cerca de 60 a 70 caracteres.

Para criar um título que desperte o interesse do internauta de querer saber mais, você deve:

  • Colocar um título em cada página;
  • O título deve ter relação com o seu conteúdo;
  • Sempre usar a palavra-chave principal.

3.URL

A URL, que é o endereço da página, também deve conter a palavra-chave. No caso da palavra-chave for uma expressão, ela deve vir separada com hifens.

De preferência, não use números ou letras, porque isso dificulta a compreensão.

Portanto, a URL deve ser o mais objetiva possível, porque ao mesmo tempo que melhora a experiência do usuário, será mais legível para os mecanismos de pesquisa.

Lembre-se de usar sempre HTTPS, pois isso mostra ao Google que o site é seguro.

4.Meta Description

A meta description é aquele pequeno texto que vem logo abaixo do título, que também deve ter a presença da palavra-chave, e ter no máximo 320 caracteres.

Procure tentar resumir de uma maneira que faça a pessoa sentir vontade de clicar para querer saber mais.

5.Subtítulos

Os subtítulos também fazem parte do SEO On Page, e o ideal é que cada página do seu site seja dividida em vários parágrafos e subtítulos.

Para que seja otimizada para o Google, pelo menos um subtítulo deve ter a palavra-chave principal. 

6.Introdução

Na introdução, você vai fazer um pequeno resumo do que se trata a sua página ou conteúdo, e é nessa hora que o leitor vai decidir se vai continuar ou não no site.

O Google tem um olhar especial quando a palavra-chave está na introdução, se possível, na primeira linha.

Além disso, a palavra-chave deve vir em negrito, pois isso facilita o entendimento dos robôs e faz também com que o leitor preste mais atenção.

7.Heading tags

Heading tags são as conhecidas H1, H2, H3…

Por exemplo, o título deve estar na H1; o primeiro subtítulo, na H2, e por aí vai.

As Headings tags servem tanto para o Google como para os internautas perceberem a estrutura do seu texto, e é justamente isso que possibilita classificar seu conteúdo e indexá-lo da melhor forma possível

Assim, basta dar uma simples olhada por cima que o leitor já tem uma noção do que vai encontrar.

8.Imagens

É muito comum as imagens ficarem em segundo plano, mas saiba que também podem ser otimizadas e fornecer mais informações ao Google.

Para ranquear, tente colocar uma legenda ou frase na imagem.

Isso acontece porque os robôs do Google não são capazes de visualizara as imagens, mas sim entender um texto escrito.

9.Carregamento rápido

A velocidade do carregamento de uma página é outro fator levado em conta no momento de indexar uma página.

Dessa forma, quanto mais rápido, maiores serão as chances de alcançar uma boa classificação.

Lembre-se que as pessoas hoje querem tudo muito rápido, até pela falta de tempo, e se seu site demorar para carregar, eles perdem a paciência e vão sair.

Preste atenção no tamanho das imagens, pois dependendo, podem ser muito pesadas e influenciar no carregamento.

Uma dica: em questão de segundos, sua página deve abrir!

10.Conteúdo de qualidade

Criar um conteúdo de qualidade não é apenas para o Google, mas antes de tudo para o seu leitor.

É preciso incluir as palavras-chave, mas de uma maneira contextualizada e não jogadas aleatoriamente, e sem exagerar na quantidade.

Para variar, use sinônimos, sempre agregando valor ao conteúdo do seu leitor.

Portanto, o conteúdo deve ser objetivo, coerente e o leitor precisa encontrar tudo o que precisa.

Ao escrever, se coloque no local do seu leitor e se faça as seguintes perguntas:

  • O assunto é fácil de entender?
  • Quero saber mais?
  • Encontrei o que eu estava procurando?

11.Colocar referências no texto

Colocar referências aumenta a credibilidade e autoridade de um site, claro que de fontes confiáveis. 

Escolha referências que transmitem autoridade, como por exemplo, blogs de profissionais, órgãos do governo, etc.

12. Links internos

Os links internos apontam para outros conteúdos do seu próprio site e são muito bem vistos pelos mecanismos de pesquisa.

Por outro lado, por mais que ajudem no melhor posicionamento do site, não exagere em links, e nem insira links que não têm nada a ver com seu conteúdo.

13.Backlinks grátis

Os backlinks são links de outros sites apontando para o seu, e o Google privilegia muito esses tipos de links.

O ideal é adicionar apenas de 2 a 4 links externos a cada 1000 palavras, pois isso diminui a chance do usuário sair de sua página.

Além disso, os backlinks devem vir de sites com autoridade e confiáveis, e agregar valor ao seu visitante.

Leitura complementar: Comprar backlinks: principais tipos de links e ainda vale a pena?

14.Uso de palavras-chave de cauda longa

Por fim, as palavras-chave de cauda longa, que embora não tanto procuradas, atraem visitantes mais qualificados. 

Então, todas essas dicas devem ser usadas em conjunto para um SEO On Page eficaz, e é isso que vai fazer você alcançar o seu objetivo, que é aparecer nas primeiras páginas do Google.

Nunca se esqueça que o seu conteúdo deve ser único e original, e nada de cópias, pois pode ser considerado plágio e seu site sofrer penalizado, até mesmo ser retirado do ar.

Vale lembrar aqui aqui a taxa de rejeição, que corresponde à porcentagem dos visitantes que saem do seu site antes mesmo de acessar a página principal.

Também é levada em consideração pelo Google. Por isso vale a pena incluir vídeos e imagens, porque estimulam os visitantes a continuar navegando no seu site, e não procurar pelo do seu concorrente.

O que fazer para otimizar as páginas do seu site

Agora que você já aprendeu o que é o SEO On Page e como colocar em prática, o que você deve fazer para otimizar as páginas do seu site?

  • Ter um design responsivo: site adaptado aos dispositivos móveis;
  • Velocidade de carregamento: o ideal é que a página carregue em apenas 3 segundos;
  • Buscar engajamento: ao aumentar a interação com o leitor, aumenta o número de compartilhamentos, o que é muito bom;
  • Crie um sitemap: se trata de uma ferramenta que permite o Google identificar e rastrear suas páginas, o que permite que elas apareçam nos resultados de pesquisa.

Aprenda a otimizar seu conteúdo visual

Hoje em dia, não basta mais ter um texto de qualidade para uma página ser otimizada. É preciso incluir um conteúdo visual ou um vídeo, pois chama muito mais a atenção.

Quando falamos em conteúdo rico, isso significa um conteúdo que realmente agrega valor ao seu leitor, o que por sua vez leva ao melhor posicionamento.

Confira algumas dicas para otimizar seu conteúdo visual:

  • Dê preferência por imagens originais, se possível, feitas por você mesmo;
  • Procure integrar um vídeo à sua página, pois isso pode fazer com que seus visitantes permaneçam mais tempo; 
  • Inclua imagens ao longo do texto para melhorar a experiência do usuário;
  • Integre textos e legendas a cada uma de suas imagens, e não se esqueça da palavra-chave, pois isso ajuda no seu ranqueamento natural;
  • Cuidado com o tamanho das imagens, pois isso pode afetar o carregamento do site. 

Além de todas essas dicas de SEO On Page para fazer com que seu site apareça nas primeiras páginas de resultados, vale a pena acompanhar o tráfego do seu site, qual o tempo de permanência, quantas visitas por dia/semana/mês.

O próprio Google disponibiliza uma ferramenta, que é o Google Analytics, que oferece todos os recursos para você monitorar de perto o seu site.

Depois de tudo isso, veja o que está funcionando, os seus resultados e caso perceba que não era bem aquilo que queria, não tem problema algum mudar e tentar outras estratégias.

Primeira pagina do Google

Apenas lembrando que um bom posicionamento de um site significa estar entre os primeiros 20 resultados. As pessoas querem tudo muito rápido, e se não encontrarem o que procuram quase que imediatamente, provavelmente vão procurar seus concorrentes. 

Tenha em mente sempre que um site bem posicionado é uma indicação que está tudo bem. Isso é ótimo, no entanto, é preciso continuar trabalhando sempre, principalmente para se manter naquela posição.

Você acabou de ver que o SEO On Page é uma das principais estratégias para a otimização de páginas do seu site, com a finalidade de aumentar o tráfego e melhorar o posicionamento. 

Além disso, antes de criar qualquer conteúdo, busque o máximo de informações sobre seu público-alvo, pois antes de escrever para o Google, você deve priorizar a sua audiência.

E se você achar isso complicado e achar que não será capaz de fazer, existem muitos profissionais especialistas em SEO, que com certeza, sabem exatamente o que fazer para que seu site apareça na primeira página do Google.

Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no tumblr
Tumblr

Marketing Digital

Nosso negócio é vender o seu!

dicas